Para prevenir má formação no feto, mulher deve tomar ácido fólico antes de engravidar

O ácido fólico é um suplemento de suma importância na gravidez, que deve ser tomado até mesmo antes de engravidar e ao longo das primeiras 12 semanas de gestação. A recomendação é da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo). A substância evita má formações no sistema nervoso central do feto e outros defeitos congênitos.

De acordo com os especialistas, o mais indicado é que a mulher tome 400 microgramas por dia de ácido fólico, de um a três meses antes de engravidar e durante o primeiro trimestre de gravidez.

A importância do suplemento vem sendo destacada desde 2002, quando o governo federal lançou o Programa Nacional de Suplementação de Ferro implantado pelo Ministério da Saúde. Ficou estabelecido no texto que farinhas de trigo e milho devem ser enriquecidas com ferro e ácido fólico.

O ácido fólico é uma vitamina hidrossolúvel do grupo B, conhecida como vitamina B9. Ele diminui a incidência de enjoos e náuseas no primeiro trimestre de gestação, reduz a probabilidade de partos prematuros e melhora a qualidade do leite materno.

Além do suplemento, a mulher deve ter a preocupação de ter uma alimentação equilibrada, com alimentos ricos em ácidos fólicos, presentes em cereais integrais, vegetais e folhas verdes escuros, feijão e suco de laranja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carla Machado

Carla Machado

Jornalista com experiência em assessoria de imprensa, onde trabalhou na produção de conteúdo interno e externo e no atendimento à imprensa, e em jornal, revista e site, nos quais foi repórter. No dia 22 de maio de 2014, recebeu o prêmio Paulo Octavio de Jornalismo, pela categoria Melhor Série de Reportagem, com a série #Brasíliaquerandar, do Jornal de Brasília.