50,3% dos assassinatos de mulheres são cometidos por familiares

O estudo “Mapa da Violência 2015: Homicídio de Mulheres”, mostra que 50,3% das mortes violentas de mulheres no Brasil são cometidas por familiares e 33,2% por parceiros ou ex-parceiros. A pesquisa foi divulgada nesta segunda-feira (09).

Entre 1980 e 2013 106.093 mulheres foram mortas, 4.762 só em 2013. Para cada 100 mil mulheres, o país tem uma taxa de 4,8 homicídios. Esta é a quinta maior do mundo, conforme dados da OMS que monitoram um grupo de 83 países.

Entre dez anos, de 2003 a 2013, o número de homicídios de mulheres passou de 3.937 para 4.762. Ou seja, houve aumento de 21% no período. As 4.762 mortes em 2013 somam, em média, 13 mulheres assassinadas por dia.

Roraima está na ponta dos homicídios, com acrescimento de 343,9%. Na Paraíba, aumentou 229,2%.

Mulheres negras

O número de homicídio de mulheres brancas caiu 9,8% entre 2003 e 2013 (de 1.747 para 1.576). Já os casos envolvendo mulheres negras aumentaram 54,2% no mesmo período, passando de 1.864 para 2.875.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.