Pais que não pagam pensão alimentícia deverão, agora, ficar com nome sujo

A Justiça brasileira decidiu que quem deve pensão alimentícia pode ficar com o nome sujo. Segundo o Superior Tribunal de Justiça (STJ), colocar o nome na lista de inadimplentes pode funcionar mais para forçar o pagamento da pensão do que prisão.

A inclusão do nome de devedores de pensão no cadastro de inadimplentes está prevista no novo Código de Processo Civil, que começa a valer em março do ano que vem.

A decisão do STJ, porém, abre precedentes a partir de agora para que juízes de todo o país incluam o nome de devedores de pensão nos serviços de proteção ao crédito.

No processo analisado, o pai não tinha dinheiro para pagar a pensão do filho. Então, a mãe pediu à Justiça que, ao menos, seu nome fosse incluído no SPC.
Para os ministros, o direito da criança tem prioridade em relação ao direito do pai ter o nome preservado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.