Conab afirma que 2016 pode ter a segunda maior safra de café da história

A produção brasileira de café da safra 2016 pode ter entre 49,13 e 51,94 milhões de sacas do produto beneficiado. Se considerada a média de produção (50,5 milhões), provavelmente, esta é a segunda maior safra da história, ficando atrás apenas da safra de 2002 (50,8 milhões). Os números foram divulgados hoje (20) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

De acordo com a Companhia, “este é um ano de alta bienalidade para o café”. A característica faz com que a planta tenha um desempenho melhor em anos alternados, especialmente o café arábica, independe de tratamento do solo ou de outras ações tecnológicas.

Por isso, esta primeira estimativa aponta crescimento de 17,8% a 24,4% na produção de arábica, que abrange 76,5% do total de café produzido no país. A Conab calcula que sejam colhidas entre 37,74 e 39,87 milhões de sacas.

O resultado deve-se ao aumento de 67,6 mil hectares da área em produção, à incorporação de lotes que se encontravam em formação e renovação e às condições climáticas mais favoráveis.

Produtividade

Quanto à produtividade total, a expectativa da Conab é entre 24,84 e 26,27 sacas por hectare, equivalendo a um ganho de 10,4% a 16,8%, em relação à safra passada.

Com exceção do Paraná, de Rondônia e da região da Zona da Mata mineira, os outros estados brasileiros tiveram crescimento de produtividade.

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *