Delcídio do Amaral deixa prisão, em Brasília

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki determinou a libertação do senador Delcídio do Amaral (PT-MS) nesta sexta-feira (19). Ele estava preso preventivamente há 86 dias, desde 25 de novembro,suspeito de tentar interferir na apuração da Operação Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção na Petrobras.

A decisão permite que o senador para o Senado. Porém, exige que ele permaneça em sua residência à noite, com controle 24 horas por dia.

Delcídio também está proibido de deixar o país. Por isso, ele tem 48 horas para entregar seu passaporte à Justiça.

Detalhes

O senador foi gravado em uma conversa com Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, que aceitou acordo de delação premiada com a Lava Jato. No diálogo, Delcídio teria sugerido um plano de fuga do país para o ex-diretor da estatal e uma recompensa mensal de R$ 50 mil para a família do delator.

Os advogados de Delcídio negam todas as acusações. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.