Ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, presta depoimento à PF

O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi conduzido coercitivamente (quando a pessoa é levada a depor e depois é liberada) na sétima fase da Operação Zelotes, que teve início nesta segunda-feira (9), pela Polícia Federal (PF), em São Paulo.

Os investigadores da PF querem entender a relação de Mantega com empresa que é suspeita de comprar decisões do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), ligado ao Ministério da Fazenda.

Segundo os investigadores, Mantega foi citado por suspeitos na operação como amigo de um dos alvos da fase deflagrada, Victor Sandri, proprietário da empresa Cimento Penha, suspeita de comprar decisões do Carf.

O ex-secretário da Receita Federal, Otácilio Cartaxo também foi conduzido coercitivamente.

Além da condução do ex-ministro, foram cumpridos 27 mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva na atual fase da Zelotes. Eles ocorreram no Distrito Federal e nos estados de Pernambuco, São Paulo, Paraíba, Ceará e Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.