Suíça afirma que pode devolver dinheiro de Cunha ao Brasil

Ministério Público da Suíça garantiu, nesta terça-feira (10), que pode devolver ao Brasil o dinheiro do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, bloqueados desde 2015. No entanto, como condição para que isso ocorra, Cunha deve ser condenado nos processos ligados à Lava Jato.

Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal (STF) afastou Cunha da presidência da Câmara, atendendo a um pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O peemedebista é réu no Supremo e responde a uma denúncia e a três outros inquéritos em investigações relacionadas com a Operação Lava Jato.

O MP de Berna informou que o Brasil “solicitou assistência legal para congelar as contas de Cunha”.

“Agora, os ativos continuam bloqueados até que haja uma decisão das autoridades brasileiras ou sua liberação por uma corte brasileira”, apontou o órgão. “Apenas depois de uma sentença definitiva de confisco é que os ativos poderão ser enviados ao Brasil”, salientou a nota.

Até agora, mais de US$ 120 milhões em ativos suspeitos que estavam em contas na Suíça foram devolvidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.