Conselho de Ética deve votar na quarta-feira processo de Cunha

Após sucessivos adiamentos e manobras, o Conselho de Ética da Câmara deve votar até quarta-feira (15) o relatório do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) que pede  a cassação do mandato do presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A análise do parecer de Marcos Rogério estava prevista para ocorrer na semana passada, mas foi cancelada após uma estratégia dos adversários de Cunha para tentar mudar o voto da deputada Tia Eron (PRB-BA).
A reunião do Conselho de Ética está marcada para às 14h30 desta terça (14), mas o presidente do colegiado, José Carlos Araújo (PR-BA), afirmou que há possibilidade de transferi-la para quarta (15). Na avaliação dele, plenário que foi reservado para votação é pequeno.

Por isso, argumentou, fazer a votação em um local pequeno pode colocar em “risco” a segurança dos presentes.

O placar no Conselho de Ética no processo de Cunha está apertado, e tanto aliados do presidente afastado quanto adversários têm brigado pelo voto de Tia Eron, que ainda não declarou sua posição publicamente. O voto dela é tido como decisivo.

Caso ela vote com o relator, o placar ficará empatado em 10 a 10, e o voto de minerva caberá ao presidente do conselho, José Carlos Araújo (PR-BA), que já declarou ser a favor da cassação do mandato de Cunha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.