Planejamento lança plataforma para servidores solicitarem serviços

A Secretaria de Gestão de Pessoas, do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, lançou o Módulo Requerimento, uma plataforma para que servidores, aposentados e pensionistas façam suas requisições às unidades de gestão de pessoas pela internet. A partir de agora, solicitações como auxílio-transporte ou alimentação, alteração de dados bancários ou ainda o cadastro de dependentes podem ser realizados no Sistema de Gestão de Pessoas do Governo Federal – Sigepe.

Esta é mais uma ferramenta para modernizar a gestão das pessoas e simplificar a relação do servidor com os órgãos públicos. Buscamos com essa solução evitar deslocamentos desnecessários e espera em filas”, afirma Augusto Chiba, secretário de Gestão de Pessoas.

De acordo com o secretário, o uso do sistema implicará uma economia de cerca de 30% dos recursos, considerando a redução do tempo, a eliminação do papel e a integração por meio da comunicação automática entre soluções do governo.

Na ocasião, foi divulgada ainda uma iniciativa de disseminação de informações sobre educação financeira com o objetivo de ampliar o conhecimento do servidor sobre a organização de suas finanças pessoais. Disponível no Portal do Servidor, a medida oferece acesso a diversos conteúdos sobre Educação Financeira, visando oferecer informações para planejamento de gastos pessoais e uso consciente do crédito.

Evolução tecnológica no serviço público

De acordo com o advogado e professor de Direito Jorge Ulisses Jacoby Fernandes, o Sigepe é a nova ferramenta tecnológica com o intuito de atender às necessidades dos setores de gestão de pessoas do Governo Federal.

“Por meio dos módulos já disponíveis, o Sigepe atinge aproximadamente 1,6 milhão de servidores ativos, aposentados e pensionistas, abrangendo todo o ciclo de vida da área de gestão de pessoas, como a criação de cargos e empregos, seleção de pessoas, ingresso do servidor, gestão funcional, férias, movimentação, progressão funcional, gestão de benefícios, aposentadoria e folha de pagamentos”, explica.

Segundo o professor, é preciso destacar que a Administração Pública deve estar em constante evolução para aplicar medidas que garantirão a melhor prestação dos serviços públicos.

“Afinal de contas, esse é o seu papel primordial. A prestação de serviços públicos por meio eletrônico, além de estar em completa consonância com as possibilidades tecnológicas atuais, também atende ao princípio da eficiência, conforme previsto na Constituição Federal”, ressalta Jacoby Fernandes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.