Renan Calheiros consegue recursos para combate à seca em Alagoas

Após receber uma caravana de prefeitos de diversos partidos em Brasília na semana passada, o senador Renan Calheiros, líder do PMDB no Senado, pediu e conseguiu que o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, liberasse recursos para a Defesa Civil de Alagoas, através do Ministério da Integração Nacional.

Do total de R$ 480 milhões em recursos federais autorizados pelo presidente Michel Temer e publicado hoje [terça-feira,21] no Diário Oficial da União, R$ 345,5 milhões são destinados à resposta e recuperação, o que inclui a distribuição de água potável por meio da Operação Carro Pipa, a construção de adutoras de captação de água para regiões atingidas por longos períodos de seca e estiagem em Alagoas.

Em 2016,mais de R$ 1,1 bilhão foi repassado e investido em medidas de apoio emergencial , o que demonstra que em 2017 já começa com recursos suficientes para garantir a efetividade no atendimento aos municípios em situação crítica. Somente em Alagoas já são 77 as cidades que decretaram emergência, onde 48 já obtiveram reconhecimento federal por parte do Ministério da Integração.

No próximo dia 13 de março, na sede da AMA, o ministro Helder Barbalho participará de uma reunião com os prefeitos de Alagoas a convite do senador Renan Calheiros, líder do PMDB no Senado.

Efeitos da Seca

A pauta da reunião será marcada pelo debate em torno das medidas do ministério junto ao governo Renan Filho no combate aos efeitos da seca, a atuação de programas de desenvolvimento regional e um panorama sobre projetos de infraestrutura hídrica e irrigação no tocante às barragens, açudes e adutoras, além do andamento dos projetos do Canal do Sertão.

Há uma expectativa que em breve, o ministro Helder Barbalho assine a ordem de serviço para o início do trecho 5 do Canal do Sertão alagoano, orçado em cerca de R$ 400 milhões e com recursos já assegurados pelo senador Renan Calheiros junto ao presidente Michel Temer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *