Renan Calheiros define três itens da reforma política a serem discutidos na próxima semana

Em concordância com os líderes partidários, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), definiu três itens da reforma política a serem apreciados já na próxima semana: a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que aumenta exigência de apoiamento para a criação de novos partidos e a obrigatoriedade de afastamento do chefe do Poder Executivo para concorrer as eleições e o fim das coligações nas eleições proporcionais. Outra proposta prevê a eleição por voto proporcional de vereadores em cidades com mais de 200 mil habitantes.

Renan Calheiros lembrou que há 12 anos a Casa já tinha aprovado mudanças profundas no sistema eleitoral brasileiro, que não avançaram na Câmara dos Deputados. O presidente do Senado apresentou aos líderes dos partidos onze projetos que tratam sobre o tema e que estão prontos para serem votados pelo Plenário e abriu prazo para que os senadores apresentem novas propostas.

Na terça-feira (24), o presidente Renan Calheiros conduziu a segunda sessão temática do Senado para discutir a Reforma Política e fez um apelo enfático pela aprovação dos projetos que tratam do assunto. Em discurso no plenário do Senado, Renan lembrou que são necessárias mudanças urgentes no sistema político, eleitoral e partidário, de forma a torná-lo moderno, funcional, eficiente e transparente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.