Centenas morrem em atentados na Síria

Uma série de atentados nas cidades de Homs e Damasco, na Síria, deixou 139 mortos no domingo (21). As informações são do Observatório Sírio de Direitos Humanos. Ao menos 59 morreram e dezenas ficaram feridas em Homs; outros 80 não resistiram a uma série de explosões na capital síria, segundo a ONG.

Homs

De acordo com o Observatório Sírio, atentados foram realizados com dois veículos carregados de explosivos, no bairro Al Zahraa, em Homs. Trata-se do pior atentado na cidade desde outubro de 2014, quando 55 pessoas, incluindo 49 crianças, foram assassinadas frente a uma escola.

Os moradores daquela região de Homs são, em sua maioria, alauíta, uma das vertentes xiita ao qual pertence o presidente sírio, Bashar al Assad.

O Observatório disse ainda que é possível que o número de vitimas aumente com o passar do tempo, durante as buscas.

Vale lembrar ainda que no dia 26 de janeiro, a mesma rua foi cenário de um duplo atentado realizado pelo Estado Islâmico com um carro-bomba, que foi seguido de outro de um suicida com explosivos no corpo.

Damasco

O Observatório Sírio de Direitos Humanos também afirmou que ocorreram diversas explosões no distrito de Damasco.

A TV estatal falou em três atentados, deles envolvendo um carro-bomba. “Os atentados coincidiram com a saída de uma escola, por isso morreram vários alunos”, disse a rede de TV.

Os cidadãos da Síria são reféns, há quase cinco anos, de conflitos que causaram mais de 260 mil mortos, segundo o Observatório.

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *