Dilma assegura que não trocará ministros antes da votação do processo de impeachment

A presidente Dilma Rousseff garantiu, nesta terça-feira (5), não ter planos de mexer em ministérios até que haja a votação do processo de impeachment na Câmara. A petista deu a declaração em entrevista após evento em que conheceu um novo avião cargueiro da Força Aérea, o KC 390, fabricado pela Embraer.

Questionada por jornalistas sobre negociações do governo com partidos da base para tentar evitar o impeachment, a presidente limitou-se a chamar as possíveis trocas de “especulações”.

“O Planalto não está pretendendo qualquer estruturação ministerial antes de qualquer processo de votação na Câmara”, afirmou a presidente. “Não iremos mexer em nada”, completou.

Dilma também falou sobre a possibilidade de uma troca no Ministério da Educação, atualmente comandado pelo ministro Aloízio Mercadante, e salientou que “o MEC não está em questão”.

“Vocês têm de ter cuidado, porque as especulações que vocês fazem sobre ministérios são absolutamente especulações. Sem base, sem consulta ao palácio “, apontou a presidente.

Congresso fala em trocas

Enquanto isso, no Congresso, tanto parlamentares da base aliada quanto da oposição comentaram as negociações sobre cargos na Esplanada. Com a saída do PMDB da base aliada, o governo deverá dar mais espaço a outras legendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.