Gilmar Mendes diz que procurou Temer por preocupar-se com saída de Jucá

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, argumentou que seu encontro com o presidente em exercício, Michel Temer, no sábado (28), foi para manifestar sua preocupação como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a saída do senador Romero Jucá do ministério do Planejamento.

As conversas de liberação de verbas para o pleito deste ano estavam em andamento com Jucá, por isso a preocupação, contou ainda Mendes.

“Eu tinha avançado nas conversas com o ministro Jucá e a minha equipe estava discutindo com ele, mas aí houve esse incidente e aí ontem ele me ligou se colocando à disposição e eu aproveitei e fui lá para conversar”, explicou o ministro do STF.

Jucá deixou o cargo, no último dia 23, após divulgação de gravações em que ele supostamente sugere ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado um pacto para deter a continuidade da Operação Lava Jato. Tanto Jucá quanto Machado são investigados pela Lava Jato.

Na ocasião, vale lembrar, Mendes afirmou que não enxergou a conversa entre os dois como uma tentativa de interferir na Operação Lava Jato. Na época, avaliou também o ministro, a saída de Jucá do ministério do Planejamento poderia prejudicar o governo Temer. “São problemas da realidade política, com os quais se tem que lidar”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.