“Governador de Roraima, Neudo Campos, é bom” diz Fernando Henrique Cardoso em “Diários da Presidência”

O ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, está prestes a lançar o “Diários da Presidência – volume II”, livro onde conta bastidores dos acontecimentos no Palácio do Planalto durante o seu governo. Um dos destaques do primeiro volume de FHC é o reconhecimento do trabalho do ex-governador de Roraima, Neudo Campos.

No livro, Fernando Henrique elogia Neudo Campos por oito vezes. Fernando Henrique Cardoso narra a luta traçada pelo governador de Roraima para levar eletricidade ao seu estado, que sofria de apagões diários. A solução veio de uma medida diplomática com a Venezuela. Intermediado por Neudo Campos, Fernando Henrique conseguiu acordo com o país vizinho para compartilhar a rede elétrica. Foi apenas durante o governo de Neudo Campos que o antigo território passou realmente a contar com energia elétrica.

 

Fernando Henrique, em “Diários da Presidência”, frisou em diversas passagens, a admiração que sentia pelo trabalho e seriedade do então governador de Roraima Neudo Campos.

 

1. “Fui à Amazônia. Primeiro a Carajás, depois a Manaus, em seguida subi o rio Amazonas até uma cidadezinha chamada Novo Airão. (…) o que aconteceu de mais significativo foi um encontro com os nove governadores da Amazônia. Eles escreveram a Carta da Amazônia, que havia sido combinada conosco, reafirmando a preocupação com o desenvolvimento autossustentável. O [Valdir] Raupp, de Rondônia, é um homem muito positivol. Tenho uma boa impressão também do governador de Roraima, Neudo [Campos], parece uma pessoa equilibrada.” (p. 112)

 

2. “Pela tarde, coisas normais. Recebi o governador do Amapá, o de Roraima e o Britto, do Rio Grande do Sul. O de Roraima quer entrar no PSDB, mas o Getúlio Cruz, que é de lá, não deixa. Ele é amigo do Sérgio Motta. O rapaz de Roraima, Neudo Campos, é bom.” (p. 269)

 

3. “Hoje é segunda-feira, 12 de fevereiro. Quase meia-noite. O dia transcorreu calmo, como as segundas-feiras costumam ser. Recebi alguns governadores. O de Roraima, Neudo e o de Santa Catarina, que veio com o Pedro Sirotsky. Todos simpáticos, com pequenos problemas.” (p. 450)

 

4. “Em seguida recebi o governador de Roraima com três deputados, reclamando, e com razão, da questão da estrada, da BR-174, que as verbas não foram [liberadas].” (p. 498)

 

5. “Recebi informação do Dornelles de que estão trabalhando o PPB. Também me telefonou o Odelmo Leão, que é um líder do PPB, dizendo que as águas estão encapeladas, mas que eles vão chegar a bom porto. Queria que eu recebesse o Neudo Campos, governador de Roraima. Mandei marcar.” (p. 809)

 

6. “Recebi o governador Neudo Campos, de Roraima, visita normal para pedir apoio para as áreas de saúde eletricidade.” (p. 815)

 

7. “Recebi o Neudo Campos, que está reclamando, porque embora tenhamos conseguido ligação entre Boa Vista e Venezuela para a eletricidadee vir da Venezuela, ele prefere que a empresa local faça [as ligações] e não a Eletronorte.

 

8. “Acabei de falar com o Clóvis para ele dizer ao presidente da Eletrobrás, que receba o Neudo Campos, por causa da briga local para saber quem faz o linhão da Venezuela para Boa Vista.” (p. 835)

 

Engenheiro de profissão, Neudo Campos marcou seu governo com diversas obras de infra-estrutura até hoje referências do desenvolvimento estadual, como a construção de escolas, inauguração de rodovias e a criação da ponte de Caracaraí. Antes da ponte, o trecho Boa Vista-Manaus só poderia ser feito por meio de balsas.

 

links adicionais : Fernando Henrique Cardoso elogia Neudo Campos por 8 vezes em “Diários da Presidência”

Ex-governador, Neudo Campos indica Monte Roraima para estrangeiros da Rio 2016

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.