Na Grécia, os bancos e a bolsa de valores ficarão fechados por uma semana

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, afirmou durante discurso que “os depósitos dos cidadãos nos bancos gregos são totalmente garantidos”. Da mesma forma que “o pagamento de salários e aposentadorias.” Em seguida, o governo declarou aos turistas que eles podem pagar e retirar o dinheiro com o cartão bancário internacional.

O primeiro-ministro grego encorajou as pessoas a “enfrentarem a situação com calma e determinação”.

Após disso, ele anunciou, novamente, seu pedido à UE e ao BCE, acerca da prorrogação do auxílio para o programa da Grécia. Ele disse que tinha feito este pedido “ao Presidente do Conselho Europeu e dos 18 líderes dos Estados membros da zona euro, o Presidente do BCE, da Comissão e do Parlamento Europeu”.

O ministro das Finanças, Yanis Varoufakis, declarou no Domingo passado que agora era a vez “das instituições (UE, FMI e BCE) de mostrarem sua boa vontade”, salientando que ele é aberto a novas negociações.

Na segunda-feira, pela manhã, vários líderes europeus concordavam que ainda havia “tempo para um acordo sobre a Grécia.”

O comissário europeu dos assuntos econômicos, Pierre Moscovici, estimou que havia “margem de negociação”, pois Atenas está muito perto de um acordo com seus credores. Segundo ele, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, “fará, daqui a pouco, uma proposta” para tentar impedir a saída da Grécia da zona do euro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pierre Pichoff

Escritor, colabora para diversos veículos de comunicação no Brasil, como O Estado do Maranhão e o Matheus Leitão News.