STN cria grupo para aprimorar comunicação institucional

A Secretaria do Tesouro Nacional – STN, por meio da Portaria nº 855, publicada ontem, 24, no Diário Oficial da União – DOU, instituiu grupo técnico para executar atividades de comunicação estratégica institucional e de análise avançada de dados. O objetivo é a promoção da transparência pública e o aprimoramento de práticas relacionadas às atribuições da Secretaria.

A equipe instituída deverá apoiar a produção e a divulgação de conhecimento para colaborar com o debate de políticas públicas, promovendo maior disponibilidade de informações em temas em que a sociedade não encontra facilmente fontes para análises de forma objetiva.

O grupo deverá executar ações de metodologia para coleta, tratamento, armazenamento centralizado e análise avançada de dados de diferentes fontes de informações; de dados que deverão ser estrategicamente analisados e apresentados para diferentes públicos-alvo; de canais e formatos a serem utilizados de acordo com o tipo de informação, incluindo o uso de mídias sociais; e de critérios de avaliação objetiva dos resultados das ações, identificando melhorias e evoluções.

A norma separou por nome específico cada membro da equipe multidisciplinar de servidores que deverá fazer parte do grupo:

  1. líder técnico: responsável por elaborar o plano geral de trabalho e de estudos e pesquisas, definir metodologias e ferramentas, coordenar as atividades do grupo e atuar no relacionamento com as subsecretarias e parceiros;

  2. cientista de dados, responsável por identificar os dados necessários para cada estudo, executando sua obtenção, compreensão e análise, utilizando rigor científico, e, por fim, construindo primeiros protótipos de apresentações gráficas;

  3. especialista em comunicação, responsável por cuidar da padronização, segundo melhores práticas jornalísticas, executar o acabamento final das apresentações gráficas, monitorar representações virtuais e definir estratégia de comunicação digital, utilizando tecnologias apropriadas às mídias sociais.

Processo seletivo da STN

Para isso, os membros do grupo serão escolhidos mediante processos seletivos específicos e terão dedicação exclusiva às suas atividades, ficando afastados das áreas originárias. Após a seleção, a equipe deverá apresentar plano geral de trabalho no prazo de 30 dias. O grupo funcionará por dois anos, a partir da data da publicação da Portaria.

De acordo com o advogado e professor de Direito Jorge Ulisses Jacoby Fernandes, a imagem de qualquer instituição é o fruto do que ela irradia no público em geral. Assim, os setores públicos e privados, nos moldes atuais, reformulam suas estratégias a fim de transmitir uma imagem positiva que sirva de referência à sociedade e aos ambientes corporativo e governamental.

A busca por uma boa imagem deve ser algo contínuo, sendo compartilhada em toda a organização, ou seja, integrada na cultura organizacional, na missão, valores e princípios, da visão e demais estratégias que vislumbrem o sucesso da gestão, em todos os seus aspectos. Por isso, o grupo da STN deverá produzir trabalhos de pesquisa relativos a temas de interesse estratégico, apresentando conclusões necessariamente fundamentadas em análise de dados e em formato apto à publicação de caráter institucional”, observa Jacoby Fernandes.

Conheça a Secretaria do Tesouro Nacional

A Secretaria do Tesouro Nacional, criada em 10 de março de 1986, por meio do Decreto nº 92.452, veio assumir as atribuições da Comissão de Programação Financeira e da Secretaria de Controle Interno do Ministério da Fazenda, incorporando também as funções fiscais até então desempenhadas pelo Banco Central e Banco do Brasil.

Sua criação representou um passo fundamental para o fortalecimento das finanças públicas do país, consolidando a modernização institucional e a sistematização da gestão responsável dos recursos públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.