Principais noticias dos jornais nacionais de Domingo 23 de Abril de 2017

Manchete do jornal O Globo: “Não será a corrupção que poderá parar esse país”

Manchete do jornal Folha de S.Paulo: Temer quer aliado de Janot na Procuradoria

Manchete do jornal O Estado de S.Paulo: Falido, Rio deve passar pelo menos uma década em crise

 

Parlamentares negociam alívio para servidores, diz o Estadão

A pressão por novas mudanças no relatório da reforma da Previdência vai subir de temperatura ao longo desta semana com a guerra declarada dos servidores. Duas alternativas de mudanças já estão na mesa de negociação para reverter em parte o endurecimento da regras de aposentadoria dos servidores públicos, admitem lideranças governistas e até mesmo integrantes do governo que participam diretamente da negociação do texto com o Congresso.

A estratégia do governo é sim atrasar a aposentadoria dos servidores, mas não com um “castigo tão duro” como o que foi colocado no texto apresentado pelo relator Arthur Oliveira Maia (PPS-BA). Em reação a essas regras, os servidores prometem protestos em Brasília ao longo da semana.

http://equilibreanalises.com.br/noticias/reforma-da-previdencia/2017/04/23/parlamentares-negociam-alivio-para-servidores-diz-o-estadao

 

Governo testa na quarta sua musculatura para aprovar as reformas é o título de artigo de Ranier Bragon na Folha

Está marcada para quarta-feira (26) a primeira votação importante em que o governo medirá o grau de adesão de sua base em torno das reformas de Michel Temer.

O plenário da Câmara deve analisar nesse dia o pacote de mudanças na legislação trabalhista. Reunidas em 132 páginas, as propostas atendem majoritariamente a interesses patronais. O principal aceno aos trabalhadores é o da promessa da obtenção ou manutenção do emprego.

http://equilibreanalises.com.br/noticias/reforma-da-previdencia/2017/04/23/governo-testa-na-quarta-sua-musculatura-para-aprovar-as-reformas-e-o-titulo-de-artigo-de-ranier-bragon-na-folha

 

Os efeitos colaterais da reforma da Previdência é o título de reportagem especial do Globo sobre Reforma da Previdência

Mudança de regras terá efeito positivo nas contas públicas, mas requer políticas de inclusão no mercado de trabalho para mulheres e idosos e redução da informalidade

1 MERCADO DE TRABALHO PARA OS IDOSOS

No Brasil, cerca de 60% da população de 16 anos para cima estavam trabalhando em 2015. Quando se separa a população de 60 anos ou mais, essa taxa cai para 38%, no caso dos homens, e para 26,3%, no das mulheres, indicando que a participação dessa faixa etária no mercado é, no mínimo, 37% inferior à da média da população. A economista Ana Amélia Camarano, do Ipea, traz outro dado do tamanho do desafio de incluir essa população que deverá ficar mais tempo no mercado: 8,2% dos homens de 50 a 64 anos não trabalhavam nem tinham aposentadoria em 2015. São os “nem nem maduros”, como ela classifica, mostrando a dificuldade de se manter no mercado de trabalho. — E cerca de 80% deles sofrem de alguma doença crônica. É necessário investir em política de saúde para evitar o absenteísmo, em treinamento para assimilar as mudanças tecnológicas e até em mobilidade urbana. Com mais idade, fica difícil passar duas horas em transporte — comenta Ana Amélia.

http://equilibreanalises.com.br/noticias/reforma-da-previdencia/2017/04/23/os-efeitos-colaterais-da-reforma-da-previdencia-e-o-titulo-de-reportagem-especial-do-globo-sobre-reforma-da-previdencia

 

Para visualizar todas a noticias dos jornais nacionais, visite a pagina do site Equilibre Analises

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.