Principais noticias dos jornais nacionais de Quinta-feira 18 de Maio de 2017

Manchete do jornal O Globo: O país na incerteza

Manchete do jornal Folha de S.Paulo: Áudio de conversa de Temer e empresário encurrala governo

Manchete do jornal O Estado de S.Paulo: Temer deu aval para compra de silêncio de Cunha, acusa JBS; presidente nega

Manchete do jornal Valor Econômico: Em gravação, Temer apoiou compra de silêncio de Cunha

 

STF afasta Aécio é a manchete na capa do UOL

Procuradoria pede prisão de Aécio e decisão irá a plenário do STF; senador é afastado

O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) do cargo nesta quinta-feira (18), um dia após a divulgação da informação de que ele teria pedido R$ 2 milhões a donos do frigorífico JBS, que negociam delação premiada.

A Procuradoria-Geral da República também pediu a prisão do tucano, mas o ministro do Supremo Edson Fachin, responsável pela Lava Jato na Corte, preferiu deixar a decisão para o plenário.

http://equilibreanalises.com.br/noticias/crise/2017/05/18/stf-afasta-aecio-e-a-manchete-na-capa-do-uol

 

Entenda o que pode acontecer se Temer deixar a presidência é o título de matéria no Valor

Alçado ao poder depois do impeachment de Dilma Rousseff, o presidente Michel Temer é alvo de uma denúncia de que teria tentado comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A revelação foi feita pelos donos do frigorífico JBS, Joesley e Wesley Batista, e divulgada na quarta-feira pelo jornal “O Globo”. A primeira reação de Temer foi indicar que não pretende sair do cargo. Parlamentares da base de apoio do presidente e integrantes de movimentos que articularam o impeachment de Dilma, no entanto, já defendem a renúncia de Temer. Entenda o que pode acontecer na Presidência a partir da denúncia. 

O presidente pode ser investigado? Se for confirmada a denúncia de que Temer teria tentado comprar o silêncio de Cunha durante seu mandato, o presidente poderá ser investigado. Há duas possibilidades de investigação: crime comum e crime de responsabilidade. O crime de responsabilidade, que pode gerar um processo de impeachment, seria julgado pelo Senado. Já o crime comum deve ser analisado pelo Supremo Tribunal Federal. Há juristas que afirmam que Temer poderia até mesmo ser preso por obstrução à Justiça, desde que tenha a aprovação do plenário do Supremo. Para a advogada Janaina Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment, o presidente poderia responder por crime comum

http://equilibreanalises.com.br/noticias/crise/2017/05/18/entenda-o-que-pode-acontecer-se-temer-deixar-a-presidencia-e-o-titulo-de-materia-no-valor-alcado

 

Se Temer cair, eleição indireta para novo presidente é zona cinzenta, diz a Folha

O Brasil pós-Michel Temer, caso o presidente seja afastado ou renuncie, é uma zona cinzenta. As duas hipóteses ganharam força após o empresário Joesley Batista acusá-lo de saber que Eduardo Cunha (PDMB-RJ) ganhava mesada dele, dono da marca JBS, para ficar em silêncio na prisão.

A eleição seria indireta, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assumiria o cargo. Sabe-se esse tanto.

Especialistas divergem sobre outros pontos nevrálgicos deste pleito hipotético, já que a Constituição não especifica se as regras das eleições gerais devem valer para uma votação indireta.

Um dos tabus jurídicos: quem está apto a ser candidato. Um juiz –Sergio Moro, digamos– pode, por exemplo?

Isso não está claro, diz Daniel Falcão, professor do Instituto de Direito Público. Ele entende que a norma para pleitos gerais deve preencher o vácuo constitucional. “E isso prejudica a chance de um magistrado porventura ser candidato.”

http://equilibreanalises.com.br/noticias/crise/2017/05/18/se-temer-cair-eleicao-indireta-para-novo-presidente-e-zona-cinzenta-diz-a-folha

 

Equipe econômica já vê ‘estrago’ nas reformas, diz O Globo

Parte da equipe econômica do governo Temer já dava como perdidos, na noite de ontem, os esforços para aprovar as reformas da Previdência e trabalhista no Congresso depois das denúncias do executivo da JBS contra Michel Temer.

O estrago sobre as reformas é muito grande, infelizmente — admitiu um técnico da equipe econômica, que não quis ser identificado.

A avaliação é que o trabalho feito nas últimas semanas para angariar votos de parlamentares para aprovar os projetos se enfraqueceu com a notícia, uma vez que a base aliada já não sabe mais sua real força para aprovar medidas tão impopulares em um contexto político muito mais adverso.

http://equilibreanalises.com.br/noticias/crise/2017/05/18/equipe-economica-ja-ve-estrago-nas-reformas-diz-o-globo

 

Não houve no diálogo nada que comprometesse é o título de matéria no Estadão

Tânia Monteiro

O presidente Michel Temer divulgou ontem uma nota à imprensa negando que tenha “participado ou autorizado” qualquer movimento com o objetivo de evitar a colaboração com a Justiça do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Na nota, assinada pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Temer

confirmou que houve o encontro com o empresário Joesley Batista, no Palácio do Jaburu, no começo de março, mas afirmou que “não houve no diálogo nada que comprometesse a conduta do presidente”.

http://equilibreanalises.com.br/noticias/crise/2017/05/18/na%CC%83o-houve-no-dialogo-nada-que-comprometesse-e-o-titulo-de-materia-no-estadao

 

Para visualizar todas a noticias dos jornais nacionais, visite a pagina do site Equilibre Analises

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.