Principais noticias dos jornais nacionais de Sabado 13 de Maio de 2017

Manchete do jornal O Globo: Casal acusa Dilma de crime e reforça que Lula era o chefe

Manchete do jornal Folha de S.Paulo: Palocci decide negociar delação com a Lava Jato

Manchete do jornal O Estado de S.Paulo: Palocci troca defesa e decide fazer acordo de delação premiada

 

Governo negocia manter por dois anos imposto sindical obrigatório, diz O Globo

Emissários do governo abriram negociações nos bastidores com algumas lideranças na Câmara para suavizar o dispositivo que acaba com a obrigatoriedade do imposto sindical, aprovado no âmbito da reforma trabalhista no fim de abril. A ideia é estabelecer uma transição sobre o tema. A discussão gira em torno de estabelecer um período de cerca de dois anos até que o imposto seja tornado facultativo. A medida poderá ser feita por meio de medida provisória a ser editada após a aprovação do texto no Senado, para que ele não tenha de retornar à Câmara.

http://equilibreanalises.com.br/noticias/reforma-trabalhista/2017/05/13/governo-negocia-manter-por-dois-anos-imposto-sindical-obrigatorio-diz-o-globo

 

Governo já chegou ao limite para mudar reforma da Previdência, diz o Estadão

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou que o governo já chegou ao limite de mudanças no texto para aprovação da reforma da Previdência. Em entrevista após reunião de balanço de um ano do governo Michel Temer, no Palácio do Planalto, ele afirmou que o Executivo espera que a proposta seja votada no Congresso Nacional até o fim do primeiro semestre. O ministro disse ainda que o governo não pensa em aumentar impostos, caso a reforma não seja aprovada.

http://equilibreanalises.com.br/noticias/reforma-da-previdencia/2017/05/13/governo-ja-chegou-ao-limite-para-mudar-reforma-da-previdencia-diz-o-estadao

 

‘Toma lá, dá cá’ pela Previdência tem impacto fiscal negativo é o título de artigo de Juliana Sofia na Folha

A explicitude do “toma lá, dá cá” pela aprovação da reforma da Previdência escala níveis indecorosos. Talvez maior virtude do presidente Michel Temer, a capacidade de diálogo com o Congresso vem sendo drenada pela decrescente popularidade do peemedebista e pela crescente rejeição às mudanças estruturais. Tornaram-se frequentes os achaques multilaterais na Esplanada dos Ministérios.

O Palácio do Planalto cassou à luz do dia cargos federais de deputados aliados que votaram contra a reforma trabalhista. Quem não apoia a agenda governista não pode ter boquinha no governo. Aos fiéis, a ordem é acelerar o pagamento de emendas parlamentares estimadas em R$ 1,9 bilhão. Cogita-se ainda elevar o valor liberado por cabeça.

http://equilibreanalises.com.br/noticias/reforma-da-previdencia/2017/05/13/toma-la-da-ca-pela-previdencia-tem-impacto-fiscal-negativo-e-o-titulo-de-artigo-de-juliana-sofia-na-folha

 

Para visualizar todas a noticias dos jornais nacionais, visite a pagina do site Equilibre Analises

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.