A casa de infância de Hitler, uma pedra no sapato da Áustria

Data de aniversário do ditador nazista Adolf Hitler, 20 de abril tornou-se “uma pedra no sapato” da Áustria. Como evitar que a casa de infância de Adolf Hitler não se transforme em um local de peregrinação neonazista? O último episódio da história foi contado pelo jornal austríaco Kurier, retransmitido pelo Courrier International

A casa de 800 metros quadrados no centro da cidade de Braunau am Inn foi comprada em 1912 pelos avós do atual proprietário, Gerlinde Pommer. Hitler nasceu em 1889 e viveu lá até os 3 anos de idade. Expropriada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, a propriedade foi recuperada por seus proprietários legítimos em 1952.

Desde 1952, o governo austríaco aluga a casa para evitar que ela se transformasse em um lugar de peregrinação neonazista. O governo paga cerca 4800 € mensais, financiado com o dinheiro dos contribuintes.

Esse «acordo» funcionou até 2011, pois o prédio hospedava varias famílias de funcionários e uma escola. Mas, o problema começou quando o proprietário se recusou a fazer reformas. Os Inquilinos fugiram, a escola fechou e a casa permaneceu desocupada.

Três anos mais tarde, o Estado austríaco está ainda tentando de forçar o proprietário a instalar uma universidade popular e um centro social de integração dos imigrantes, pois o contrato do local prevê que as instalações podem somente ser usadas para atividades “sócio-educativas”.

Em vão, o proprietário recusa a ceder e a briga com Estado está indo até a Justiça. Um advogado entrevistado pelo jornal Kurier fala que as autoridades estão fazendo um tipo de “chantagem”. Do outro lado, o Estado está disposto a recorrer à expropriação para acabar com a disputa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pierre Pichoff

Escritor, colabora para diversos veículos de comunicação no Brasil, como O Estado do Maranhão e o Matheus Leitão News.