A Torre Eiffel comemora o seu 126° aniversario

Nesta terça-feira 31 de março 2015, a venerável Dama de Ferro comemorou os seus 126 anos. Como presente, o Google ofereceu para ela um dos seus famosos Doodle. Projetado por Gustave Eiffel (1832-1923), a Torre Eiffel, que agora é o orgulho de Paris já viu de tudo: das nuvens de poluição que escondê-la nos dias mais poluídos, passando pela chegada da volta da França de bicicleta, até os seus sete milhões de turistas que visitá-la a cada ano.

No dia da sua inauguração, até a torre ficou surpresa quando viu que a família real britânica estava entre os convidados, sem esquecer que estava também presente Buffalo Bill, o famoso caçador de bisontes em visita à Paris com seu circo. A torre Eiffel é o monumento mais visitado no mundo e também o símbolo da França que tem uma altura de 324 metros.

A lenda começou com sua construção. As primeiras peças de metal da Torre Eiffel foram levantadas em 1 julho de 1887 e demostraram o que a tecnologia humana tinha de mais impressionante naquela época. Em 31 de marco de 1889, sendo 21 meses e 7.300 toneladas de ferro mais tarde, nasceu um dos monumentos mais prestigiados e famosos do mundo.

A construção da torre foi considerada como um recorde de velocidade levando em consideração os meios rudimentares da época. O projeto exigiu o trabalho de cinquenta engenheiros e designers, 150 trabalhadores na fábrica em Levallois-Perret (onde foram preparadas as peças) e entre 150 e 300 trabalhadores na obra. Desde a sua criação, a torre já atraiu mais de 250 milhões de turistas.

Originalmente programada por apenas 20 anos

Emblemática obra de Paris, a torre de 324 metros, que fica as margens do rio Sena, deve o seu nome ao engenheiro que assumiu sozinho os riscos da sua construção, o Gustave Eiffel. Originalmente programada por apenas vinte anos, ela foi salva graças aos experimentos científicos de seu criador.

De fato, o Gustave Eiffel experimentou as primeiras transmissões radiográficas e de telecomunicações. Por isso a torre foi usada como uma estação de rádio militar em 1903, a primeira transmissão de rádio pública em 1925. Desde 2005 ele passou a ser usada como antena de televisão via satélite. “Ao longo das décadas, a Torre Eiffel foi testemunha de proezas, iluminações extraordinárias e visitantes prestigiosos. Esse lugar mítico e audacioso sempre inspirou artistas e desafios “, divulga o site oficial dedicado a Torre.

Recentemente renovado, o seu primeiro andar não deixou de surpreender. Em uma mistura de ferro e vidro, o monumento mais visitado do mundo oferece um piso de vidro espetacular assim como um caminho de aprendizagem modernizado: “Nós não somos um museu, mas temos uma história “declarou o porta-voz da associação que cuida da Torre Eiffel (a Sete).

Com suas 126 primaveras, a Torre Eiffel ainda tem um futuro brilhante pela frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pierre Pichoff

Escritor, colabora para diversos veículos de comunicação no Brasil, como O Estado do Maranhão e o Matheus Leitão News.