Americano escreve livro, após ficar um ano sem roupas

O escritor americano Mark Haskell Smith, que também foi um dos roteiristas do filme brasileiro “A Partilha”, passou um ano sem roupas para desvendar os mistérios do mundo nudista. O resultado foi o livro “Naked at Lunch: A Reluctant Nudist’s Adventures in the Clothing-Optional World” (Nu no Almoço: As Aventuras de um Nudista Relutante em um Mundo onde Roupas são Opcionais, em tradução livre).

“Se você está no aeroporto, você não faz piadas sobre bombas. Quando você está com os nudistas, você não faz piadas sobre seios. E, Deus me livre, não tenha uma ereção – provavelmente vão pedir para você ir embora”, disse Smith.

A primeira parada do escritor foi no Desert Sun Resort, em Palm Springs, Califórnia.”Eu estava aterrorizado. Estava lá no meu quarto de hotel, constrangido e ansioso, passando camadas e mais camadas de bloqueador solar até que, quando finalmente saí, eu tinha me transformado em um raio de luz, refletindo tudo. Havia todas estas pessoas em volta da piscina, elas me olharam, se encolheram e cobriram os rostos.”

Depois de superar o problema de excesso de bloqueador solar, Smith foi a vários resorts nudistas na Europa, entre eles um dos mais conhecidos, o de Cap d’Agde, no sul da França.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carla Machado

Carla Machado

Jornalista com experiência em assessoria de imprensa, onde trabalhou na produção de conteúdo interno e externo e no atendimento à imprensa, e em jornal, revista e site, nos quais foi repórter. No dia 22 de maio de 2014, recebeu o prêmio Paulo Octavio de Jornalismo, pela categoria Melhor Série de Reportagem, com a série #Brasíliaquerandar, do Jornal de Brasília.