Estado Islâmico reivindica ataque com mais de 100 mortos

O grupo extremista Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque que deixou ao menos 115 mortos em um mercado popular da região de Khan Beni Saad, no nordeste de Bagdá, capital do Iraque, na última sexta-feira (17). Um caminhão-bomba explodiu no local, que reunia civis para celebrar o fim do mês sagrado do Ramadã. As informações são da agência de notícias AP.

Conforme levantamento divulgado por uma fonte de segurança local à Agência EFE, há também 130 pessoas feridas e 20 desaparecidos.

Os jihadistas afirmam que o atentado foi feito por um suicida iraniano. Ele teria detonado um veículo carregado com três toneladas de explosivos.

Além das vítimas, 50 lojas foram completamente destruídas e 70 veículos ficaram carbonizados pela explosão, que abriu uma grande cratera no solo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carla Machado

Carla Machado

Jornalista com experiência em assessoria de imprensa, onde trabalhou na produção de conteúdo interno e externo e no atendimento à imprensa, e em jornal, revista e site, nos quais foi repórter. No dia 22 de maio de 2014, recebeu o prêmio Paulo Octavio de Jornalismo, pela categoria Melhor Série de Reportagem, com a série #Brasíliaquerandar, do Jornal de Brasília.