Pode ou não pode? Polêmica envolvendo atletas que bateram continência em Toronto faz COB divulgar nota

Uma cena envolvendo atletas brasileiros nos Jogos Pan-Americanos de Toronto incomodou muita gente país afora. Os esportistas estão prestando continência ao receber medalhas no pódio. Eles teriam afirmado que é natural, pois boa parte dos 600 integrantes da delegação do Brasil é militar. Para a maioria dos internautas, no entanto, o ato é visto como “político”.

A polêmica chegou a tal ponto que o oComitê Olímpico Brasileiro (COB) emitiu uma nota oficial sobre o assunto. De acordo com a entidade, o gesto dos atletas militares é um “sinal de respeito” e “patriotismo”, e que não deve ser encarado com viés político.

“A continência, além de regulamentar, quando prestada de forma espontânea e não obrigatória, é uma demonstração de patriotismo, sem qualquer conotação política, perfeitamente compatível com a emoção do atleta ao subir no pódio e se saber vencedor. Segundo muitos deles, representa também um reconhecimento pelo apoio que recebem das Forças Armadas e uma manifestação do orgulho que têm em representar o País”, disse o COB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carla Machado

Carla Machado

Jornalista com experiência em assessoria de imprensa, onde trabalhou na produção de conteúdo interno e externo e no atendimento à imprensa, e em jornal, revista e site, nos quais foi repórter. No dia 22 de maio de 2014, recebeu o prêmio Paulo Octavio de Jornalismo, pela categoria Melhor Série de Reportagem, com a série #Brasíliaquerandar, do Jornal de Brasília.