Grécia pode ter novas eleições ainda este ano

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, afirmou nesta quarta-feira (29/07), que seu governo pode, sim, ser forçado a convocar eleições antecipadas, caso não recupere a maioria parlamentar perdida nas duas últimas votações das reformas econômicas exigidas pelos credores internacionais.

“Se não tivermos maioria parlamentar, seremos forçados a convocar eleições”, disse Tsipras em entrevista à rádio grega Sto Kokkino.

O chefe do governo em Atenas afirmou que irá tentar convencer deputados do Syriza, seu partido, a apoiar as medidas de austeridade acordadas com os credores internacionais – Fundo Monetário Internacional (FMI), Comissão Europeia ae Banco Central Europeu (BCE).

Nas últimas votações das reformas, grande parte dos deputados do Syriza disse não às exigências. Líder do partido de esquerda radical, Tsipras conseguiu aprovar as reformas com o apoio da oposição.

“Sou o último que teria pretendido eleições, caso tivéssemos mantido a maioria parlamentar”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carla Machado

Carla Machado

Jornalista com experiência em assessoria de imprensa, onde trabalhou na produção de conteúdo interno e externo e no atendimento à imprensa, e em jornal, revista e site, nos quais foi repórter. No dia 22 de maio de 2014, recebeu o prêmio Paulo Octavio de Jornalismo, pela categoria Melhor Série de Reportagem, com a série #Brasíliaquerandar, do Jornal de Brasília.