Whatsapp está mais perto da marca de 1 bilhão de usuários

O serviço de papo-papo WhatsApp chegou a 900 milhões de usuários em todo o mundo. A informação é do cofundador do aplicativo, Jan Koum. De janeiro até agora, o serviço teve a adesão de mais 200 milhões de usuários.

A estatística, postada no Facebook, foi curtida por Mark Zuckerberg.

“Parabéns”, escreveu Zuckerberg.

Em fevereiro do ano passado, o fundador do Facebook já havia elogiado a capacidade do aplicativo. “O WhatsApp está no caminho para conectar um bilhão de pessoas. Serviços que atingem a casa do milhar são incrivelmente valiosos”, afirmou.

Vale ressaltar que o App é O WhatsApp é a maior compra da história do Facebook: a transação valorizou o bate-papo em quase 22 bilhões de dólares no momento em que foi acordada, em outubro de 2014.

O WhatsApp ganhou popularidade com a promessa de que jamais envolverá publicidade em seu serviço.

Por outro lado, analistas preveem que será impossível não estabelecer um sistema “parcialmente pago”, dado que hoje o aplicativo já tem um serviço para assinantes.

Serviços crescem

O serviço de bate-papo já possui mais usuários do que o Messenger, aplicativo de chat para os indivíduos que possuem também Facebook.

Vale lembrar ainda que o Facebook anunciou, há poucos dias, ter sido acessado por 1 bilhão de pessoas em um único dia.

Brasil

Por oferecer também opções de ligação e vídeo, o aplicativo está na mira das operadoras de telecomunicações brasileiras. Para elas, ao oferecer essas funções, o WhatsApp passa a atuar no mesmo segmento de telefonia que necessita de autorização da Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carla Machado

Carla Machado

Jornalista com experiência em assessoria de imprensa, onde trabalhou na produção de conteúdo interno e externo e no atendimento à imprensa, e em jornal, revista e site, nos quais foi repórter. No dia 22 de maio de 2014, recebeu o prêmio Paulo Octavio de Jornalismo, pela categoria Melhor Série de Reportagem, com a série #Brasíliaquerandar, do Jornal de Brasília.