Argentinos se dividem e eleição tem segundo turno presidencial

O candidato conservador de oposição, Mauricio Macri, levou a disputa presidencial da Argentina para o segundo turno contra o até então preferido Daniel Scioli, apoiado pela presidente Cristina Kirchner. Agora, a eleição será realizada no próximo mês, no dia 22 de novembro.

Daniel Scioli tinha uma boa vantagem nas pesquisas pré-eleitorais. No entanto, os resultados do último domingo (25) mostraram que a disputa está bem apertada e o segundo turno não será nada fácil de decidir.

Com informações de 96% dos locais de votação, Scioli tinha 36,7 % dos vontos contra enquanto 34,5% de Macri.

“O que aconteceu hoje vai mudar a política neste país”, avaliou Macri, que é prefeito de Buenos Aires.

O resultado da eleição pode mudar a forma como Argentina encara sua economia e relações com outros países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.