Bulgária, Romênia e Sérvia ameaçam fechar suas fronteiras

A Bulgária, a Romênia e a Sérvia devem fechar suas fronteiras caso a Alemanha e a Áustria adotem tal medida para conter a entrada de refugiados nos países. O anúncio foi feito neste sábado (24).

O primeiro-ministro búlgaro, Boiko Borisov, falou sobre a intenção dos países após encontro com os presidentes sérvio e romeno em Sófia, antes da cúpula em Bruxelas, que reunirá os países mais afetados pela maré migratória.

“Se países como a Alemanha e a Áustria ou outros fecharem suas fronteiras, nós não deixaremos nossas cidades se transformarem em uma zona-tampão e milhões de refugiados ficarem entre a Turquia e a União Europeia. E fecharemos nossas fronteiras nesse mesmo momento”, avisou Borisov após o encontro.

Na avaliação dos três líderes, a solidariedade europeia deve ser assumida por todos os membros da EU. Por isso, criticaram a postura da Grécia, principal ponto de entrada de refugiados rumo aos Bálcãs. De acordo com eles, o país não cumpre as leis europeias de asilo.

“Na Bulgária e na Sérvia tiram impressões digitais dos refugiados, na Croácia isto é feito outra vez. E na Grécia tiraram ou não? Quantas vezes esse procedimento é feito?”, questionou o primeiro-ministro búlgaro.

Cada país com sua responsabilidade

Na avaliação do primeiro-ministro romeno, Victor Ponta, cada país europeu deve assumir sua responsabilidade diante da situação. Ele defendeu uma estratégia europeia para lidar com os refugiados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.