Furacão Patrícia perde a força e atinge México como uma grande tempestade

Era para ser o furacão mais forte já registrado. No entanto, o Patrícia, como foi chamado o fenômeno, perdeu força na madrugada deste sábado (24) e chegou ao México na forma de uma grande tempestade. Antes, o furacão foi classificado na categoria 1 (em uma escala de 1 a 5). Seus ventos chegaram a 270km/h.

O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, confirmou o enfraquecimento do furacão e afirmou que os estragos foram menores do que se previa. Ainda assim, o país continua em estado de atenção para possíveis transtornos ao longo do dia.

Estragos

Depois da passagem do furacão, moradores das cidades atingidas relataram inundações e deslizamentos. Imagens de TV filmaram árvores e postes derrubados e ruas inundadas, além de carros e ônibus sendo carregados pelas águas do rio no Estado de Jalisco.

“Os primeiros relatórios confirmam que os danos foram menores do que aqueles correspondentes a um furacão dessa magnitude”, informou o presidente Enrique Peña Nieto.

“No entanto, é muito importante que a população permaneça nos abrigos, as forças de segurança farão patrulhamento para proteger suas casas. Repito, ainda não podemos baixar a guarda”, salientou

Entenda

O anúncio do furacão Patrícia foi feito ainda na terça-feira (20). Eles se formou rapidamente e pode ser visto por imagens de satélites. Dentro de 30 horas, o fenômeno passou a ser avaliado como tempestade de categoria 5, a mais alta na escala, pegando mexicanos e turistas de surpresa.

Na sexta-feira (23), os estudos do Centro Nacional de Furacões davam conta de que seria o furacão mais poderoso da história e jamais registrado, com uma pressão central de 880 milibares e ventos sustentados de 325 km/h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.