Governo alemão proíbe fogos de artifício na virada do ano próximo a centros de refugiados

Para não afetar psicologicamente os refugiados, as autoridades alemãs proibiram fogos artifícios durante as celebrações do Ano Novo nos centros de refugiados. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (30) pelo governo alemão. 

Na avaliação dos alemães, os refugiados estão traumatizados por guerras e perseguições. E o som dos fogos pode não fazer bem a essas pessoas.

Todos aqueles que vieram de áreas de guerra associam o ruído das explosões a tiros e bombardeios e podem ser afetados de forma traumática”, explicou um porta-voz da autoridade local da Renânia do Norte-Vestefália, Christoph Sobbler.

Os governantes também falaram sobre os perigos de incêndio associados ao uso de artefatos explosivos.

Segundo a agência France Press, os incêndios de origem criminosa têm-se multiplicado nas instalações de acolhimento de refugiados sírios, na Alemanha.

Em 2015, a Europa, em especial a Alemanha, recebeu mais de um milhão de refugiados de guerra do Oriente Médio e do Norte de África.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.