Nevasca que atinge EUA afetará 85 milhões de pessoas

A grande tempestade de neve e os fortes ventos que paralisam a costa leste dos Estados Unidos desde a sexta-feira (22) já provocaram a morte de pelo menos 19 pessoas. Além disso, deixou centenas de feridos e desabrigados. E a expectativa é de um cenário ainda pior, com 85 milhões de pessoas afetadas pela nevasca.

Por conta disso, Washington declarou estado de emergência. Segundo o Serviço de Meteorologia Nacional (NWS, na sigla em inglês), o acúmulo de neve total à meia-noite (3h no horário de Brasília) no Central Park, em Nova York, estava acima 68 centímetros. O órgão acredita que essa é a segunda maior tempestade de neve desde 1869 na cidade.

Das 19 mortes confirmadas, 12 aconteceram em acidentes nas rodovias, devido às perigosas condições provocadas pela neve, o gelo, os fortes ventos e a pouca visibilidade. Duas pessoas morreram de hipotermia.

A Carolina do Norte registrou o maior número de mortos até o momento (6), segundo dados das autoridades americanas.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, confirmou a morte de três pessoas na cidade ao tentarem retirar a neve, provavelmente vítimas de ataques cardíacos.

A capital dos EUA, Washington, viveu a pior fase da tempestade na tarde deste sábado (23), com ventos fortes, pouca visibilidade, acumulação de neve e temperaturas de -20ºC durante a noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.