Por segurança, governo de Bruxelas cancela comemorações de ano novo

Segundo matéria publicada nesta quarta-feira (30) no El País, o prefeito de Bruxelas, Yvan Mayeur, não demorou nem 24 horas para tomar a decisão: os fogos de artifício de fim de ano e as comemorações para receber 2016 que estavam planejadas para a noite de ano novo na capital foram “pura e simplesmente” canceladas. O motivo está diretamente relacionado à ameaça terrorista que reina na cidade desde novembro passado.

Segundo a reportagem, Mayeur, assessorado por especialistas do Órgão de Coordenação para Análise das Ameaças (OCAM, na sigla em francês) e o ministro do Interior, Jan Jambon, suspenderam todas as comemorações que iam acontecer no centro histórico da cidade.

O prefeito tomou esta medida depois de ficar sabendo que a polícia havia detido dois suspeitos de terrorismo que ameaçaram atacar as festas na noite de 31 de dezembro em “lugares emblemáticos” da capital.

Os tradicionais fogos de artifício reúnem milhares de pessoas (100.000 em 2014, segundo o Le Soir) na área comercial de De Brouckère, no centro. Mayeur tinha dito na terça-feira à noite (29) que a população, imediatamente depois do show, deveriam ir para suas casas insinuando que a multidão não deve durar muito tempo. No entanto, como admitiu o primeiro-ministro do país: “a decisão [do prefeito] foi correta, levando em conta a informação que recebemos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.