Obama apresenta plano para fechar Guantánamo

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou, nesta terça-feira (23), que irá apresentar ao Congresso americano um plano para o fechamento da prisão de Guantánamo, em Cuba.

O plano, elaborado pelo Departamento de Defesa dos EUA, será exibido ainda nesta terça-feira. Segundo o presidente dos EUA, o projeto tem seu “apoio total”.

Ele conclamou o Congresso a dar um “tratamento justo” à situação e destacou que não quer passar o problema para a pessoa que vai sucedê-lo na Casa Branca.

Obama desde a primeira campanha presidencial fechar o centro penitenciário, que fica em Cuba. Hoje, há 91 detentos no local.

“Quando algo não funciona como previsto, temos que mudar de rumo”, apontou Obama, dizendo que é “largamente reconhecido” que Guantánamo precisa ser fechado. “Manter esse local aberto é contrário aos valores americanos e mancha a imagem americana no mundo”, afirmou.

De acordo com ele, o Departamento de Defesa pode economizar US$ 80 milhões por ano com o fechamento do presídio.

Obama disse ainda que Guantánamo prejudica a imagem dos Estados Unidos e enfraquece sua segurança do país. “Há muitos anos ficou claro que o centro de detenção da baía de Guantánamo não faz nossa segurança nacional avançar. Ele a enfraquece.”

Meia hora antes da fala de Obama, oficiais administrativos deram entrevista às agências de notícias adiantando partes do plano. O documento se refere a 13 possíveis lugares para onde os detentos deverão ser transferidos, todos em solo americano. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.