Dilma é eleita a “líder mais decepcionante” do mundo, segundo revista

A presidente Dilma Rousseff foi considerada a “líder mais decepcionante” do mundo, segundo uma pesquisa online realizada pela revista de negócios americana Fortune.

A votação, aberta no último dia 30, foi divulgada por movimentos pró-impeachment no Brasil, o que pode ter influenciado o resultado.

Na página do MBL (Movimento Brasil Livre) no Facebook, por exemplo, a notícia teve mais de 10 mil compartilhamentos.

A BBC Brasil procurou a revista para verificar a distribuição dos acessos à enquete por país e os critérios de organização da votação, porém não obteve resposta.

Mais detalhes

De acordo com a pesquisa, Dilma teve 374 mil votos, superando em mais de 20 vezes a votação do segundo colocado, o governador do Estado americano de Michigan, Rick Snyder, que somou 17 mil.

“Após apenas cinco anos no cargo, Dilma Rousseff passou de promissora sucessora do presidente mais popular do país a líder mais decepcionante do mundo”, aponta a publicação.

Os terceiros colocados são os dirigentes afastados da Fifa Joseph Blatter e Michel Platini, supostamente envolvidos em um escândalo internacional de corrupção.

“O escândalo de corrupção na Petrobras parece ser o que deixou os brasileiros mais desapontados. Embora não haja prova de seu envolvimento, a relação próxima com Lula e sua posição como presidente do Conselho de Administração da estatal durante a maior parte do escândalo deixaram muitos em dúvidas sobre suas negativas de participação nos desvios”, salienta a Fortune.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.