Barco de madeira afunda e mata 34 refugiados quando tentavam chegar a Grécia

Segundo a agência de notícias grega Anampa, ao menos 34 refugiados morreram após naufrágio na costa da Grécia neste domingo (13). Entre as vítimas, estão quatro bebês e dez crianças. Além disso, outras 68 pessoas se afogaram, mas foram resgatadas com vida.

“Um barco de madeira que os transportava naufragou a cerca de três milhas (4 km) a leste de Farmakonisi início no domingo”, teria dito um porta-voz à Reuters.

O barco de madeira teria partido da Turquia, segundo as autoridades gregas. Idades, nacionalidades e os nomes das vítimas ainda não foram divulgados.

Política para refugiados

O naufrágio aconteceu logo depois do apelo do primeiro-ministro grego interino, Vasiliki Thanou, para que a União Europeia adote uma política mais efetiva para lidar com o número de imigrantes que chegam à Europa, principalmente pela Grécia, Itália e Hungria.

“A Grécia implementa estritamente os tratados europeus e internacionais, sem ignorar a humanidade ou solidariedade”, afirmou Thanou.

Surto de imigrantes

Mais de 430 mil imigrantes cruzaram o Mediterrâneo para a Europa em 2015. Os dados são da Organização Internacional para as Migrações (OIM). O número representa mais que o dobro de todo o ano passado. Ainda segundo as estimativas, 2.748 refugiados morreram durante a travessia.

Mais de 309 mil imigrantes chegaram à Grécia, 121 mil à Itália, 2,1 mil na Espanha e 100 em Malta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.