Marta Suplicy se filia ao PMDB

Depois de 33 anos no PT, a ex-prefeita de São Paulo e senadora Marta Suplicy anunciou, neste domingo (26), sua filiação ao PMDB. A ex-petista estava ao lado do vice-presidente Michel Temer, do presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (RJ), quando assinou a ficha de filiação à sigla. O ato ocorreu no Tuca, teatro da PUC, em São Paulo.

“Conte comigo para reunificar os sonhos, o País. Vamos todos unir o País”, declarou Marta. A senadora deixou o PT com fortes críticas ao partido e à atuação da presidente Dilma Rousseff.

A entrada da senadora no PMDB teve apoio de Temer. “O PMDB é partido aberto. Abrimos as portas para todos que querem colaborar com o País. O PMDB vai fazer muito pela Marta, mas você vai fazer mais pelo partido”, disse Temer.

Presidência

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Defendeu que o PMDB tenha candidato próprio à Presidência da República em 2018. Ao afirmar isso, foi aplaudido de pé.

“O PMDB tem de ter candidato a presidente da República. Não podemos mais ir a reboque de quem quer que seja. Time que não joga não tem torcida. Chega de usar o PMDB apenas como parte de um processo para dar cobertura congressual para aquilo que a gente não participou. (…) Que o PMDB siga seu exemplo, vamos largar o PT”, afirmou Cunha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.