Uso de extintor em carros não é mais obrigatório

Depois de exigir extintores nos carros com carga definida, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) voltou atrás e aboliu a regra. Os motoristas, claro, foram pegos de surpresa. Agora, conforme decisão publicada nesta quinta-feira (17), o equipamento permanece obrigatório apenas para os veículos usados comercialmente para transporte de passageiros, caminhões, caminhão-trator, micro-ônibus e ônibus, além daqueles que carregam material inflamável.

Desde 1970 vigorava a obrigatoriedade do uso do extintor nos carros. A decisão pelo uso opcional do equipamento foi tomada após análises com representantes dos fabricantes de extintores, do Corpo de Bombeiros e da indústria automobilística, informou o Ministério das Cidades.

Estudos

“Estudos e pesquisas realizadas pelo Denatran [Departamento Nacional de Trânsito] constataram que as inovações tecnológicas introduzidas nos veículos resultaram em maior segurança contra incêndio”, afirmou a pasta.

Ainda de acordo com o Ministério, levantamento da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva aponta que, dos 2 milhões de sinistros em veículos cobertos por seguros, 800 tiveram incêndio como causa. Apenas 24 teriam usado o extintor para apagar as chamas.

O uso obrigatório do extintor em automóveis é recorrente apenas em países da América do Sul, como Uruguai, Argentina e Chile, afirmou ainda o governo. “Nos Estados Unidos e na maioria das nações europeias, não existe a obrigatoriedade, pois as autoridades consideram que a falta de treinamento e o despreparo dos motoristas para o manuseio do extintor geram mais risco de danos à pessoa do que o próprio incêndio”, salientou a pasta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.