Lula presta esclarecimentos ao MPF sobre suposto tráfico de influência

Nesta quinta (15), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, compareceu ao Ministério Público Federal (MPF), para prestar depoimento sobre inquérito que aponta suposto tráfico de influência. Lula respondeu as perguntas e ponderou que todos os presidentes e ex-presidentes defendem as empresas de seus respectivos países.

Segundo nota do Instituto Lula, o ex-presidente esclareceu palestras e viagens ao exterior; ações que estão sob investigação no MPF. Ele teria dito, inclusive, que se orgulha do trabalho.

“Lula respondeu às perguntas do procurador e argumentou que os presidentes e ex-presidentes do mundo inteiro defendem as empresas de seus países no exterior. Afirmou também que para ele isso é motivo de orgulho. Disse que todas as suas palestras feitas estão declaradas e contabilizadas, com os devidos impostos pagos, e que jamais interferiu na autonomia do BNDES e nas decisões do banco sobre concessões de empréstimos”, destaca a nota.

Em seu depoimento, Lula teria afirmado: “quem desconfia do BNDES não tem noção da seriedade da instituição”. Ele salientou ainda que “jamais” interferiu em qualquer contrato celebrado entre o BNDES e empresas privadas e que suas palestras estão declaradas e contabilizadas.

Veja íntegra da nota

“Nesta quinta-feira (15), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, esteve com o Procurador da República, Ivan Cláudio Marx, e prestou voluntariamente depoimento acerca do inquérito aberto pelo Ministério Público do Distrito Federal (MPF-DF) pedindo esclarecimentos a respeito das palestras e viagens ao exterior do ex-presidente.

Lula respondeu às perguntas do procurador e argumentou que os presidentes e ex-presidentes do mundo inteiro defendem as empresas de seus países no exterior. Afirmou também que para ele isso é motivo de orgulho. Disse que todas as suas palestras feitas estão declaradas e contabilizadas, com os devidos impostos pagos, e que jamais interferiu na autonomia do BNDES e nas decisões do banco sobre concessões de empréstimos. Em seu depoimento afirmou: “quem desconfia do BNDES não tem noção da seriedade da instituição”. Lula ressaltou “jamais ter interferido” em qualquer contrato celebrado entre o BNDES e empresas privadas. Mas que sempre procurou ampliar as oportunidades de divulgação dessas companhias no exterior, com vistas à geração de empregos e de divisas para o Brasil.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.