PSDB estuda pedir renúncia de Cunha

O PSDB deve pedir a renúncia do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). No entanto, a atitude só deverá ser tomada caso surjam documentos que comprovem que ele possui contas na Suíça. Para os tucanos, a situação está ficando “insustentável”.

Nesta terça-feira (6), a bancada do partido esteve reunida para debater o assunto. Vários deputados da legenda já se manifestaram publicamente em defesa do afastamento de Cunha.

O deputado Valdir Rossoni, do Paraná, por exemplo, chegou a publicar nas redes sociais as fotos de Dilma e Cunha com o questionamento: “Quem faz mais mal ao Brasil?”.

“Se o MP confirmar (as contas de Cunha na Suíça) a situação de Cunha ficaria insustentável”, salientou o deputado Vanderlei Macris (SP).

Entenda

Na semana passada, o Ministério Público suíço comunicou à Procuradoria-Geral da República no Brasil a transferência de processos de uma investigação criminal aberta no país europeu. As apurações identificaram ao menos quatro contas atribuídas a Cunha e parentes.

Durante as investigações, o parlamentar teve US$ 5 milhões bloqueados. Segundo procuradores da Suíça, ele foi informado sobre o bloqueio das contas.

Lava Jato

Eduardo Cunha já foi denunciado no Supremo Tribunal Federal por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele é acusado de receber propina de US$ 5 milhões em contratos da Petrobras. O presidente da Câmara, porém, nega envolvimento com os crimes investigados pela Operação Lava Jato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.