Governo termina o ano pagando dívidas a bancos federais

O governo federal anunciou o pagamento de dívida de 72,4 bilhões de reais com os bancos federais e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Deste valor, 55,6 bilhões são relativos às chamadas pedaladas fiscais, realizadas no primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (30).

Segundo o secretário interino do Tesouro Nacional, Otávio Ladeira de Medeiros, os desembolsos sairão da conta única e que não haverá emissão nova de títulos públicos. A diferença de 17 bilhões de reais entre o que foi pago e as pedaladas auferidas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) até o final de 2014 diz respeito a passivos com os bancos públicos em 2015. Para Ladeira, o passivo deste ano não pode ser considerado uma nova pedalada.

As chamadas pedaladas fiscais referem-se a atrasos nos repasses feitos pelo Tesouro aos bancos públicos. A prática foi condenada pelo TCU.

Segundo Ladeira, por isso mesmo, o Palácio do Planalto decidiu abater 55,8 bilhões de reais da meta fiscal de 2015, e não os 57 bilhões de reais estimados antes com as pedaladas até o ano passado.

“Era uma estimativa… Os valores devidos acabaram sendo menores”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.