Próximo da definição da presidência do PMDB, Temer fala em “harmonia”

Com a proximidade da Convenção Nacional do PMDB, prevista para março, o vice-presidente Michel Temer estaria tentando negociar sua permanência como presidente da legenda. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo. Temer ocupa o posto desde 2001 e sua recondução pode não acontecer por diferenças internas dentro do partido. Nesta quarta-feira (6), o vice deve se encontrar hoje com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para discutir o assunto. A definição do líder da bancada da legenda, a maior da Câmara com 68 integrantes, provavelmente ocorrerá em fevereiro.

Harmonia
“Acho que precisamos de muita harmonia. O ano novo enseja, pelo menos no começo, essa ideia de harmonia absoluta, harmonia no País, harmonia no PMDB, nas bancadas e em todos os locais que precisamos”, afirmou Temer ontem em Brasília. Questionado sobre como espera que seja sua relação com a presidente Dilma Rousseff neste ano, ele destacou: “harmoniosa”.

A posição de Temer, no entanto, é bastante diferente da qual defendia no ano passado, quando se movimentou nos bastidores para substituir o então líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ) – próximo ao Palácio do Planalto e contra o impeachment – pelo deputado Leonardo Quintão (MG), ligado ao grupo favorável ao processo de impeachment.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.