Novo presidente do TCU atuará no combate à corrupção

O Tribunal de Contas da União – TCU está sob novo comando. Raimundo Carreiro foi eleito presidente da Corte e José Múcio Monteiro foi escolhido como vice-presidente. Ambos estarão à frente do órgão pelos próximos dois anos. Ao discursar, o novo presidente disse que ninguém tolera mais o mal da corrupção, crime que assola e vitimiza toda a sociedade. De acordo com Carreiro, sua atuação ocorrerá em duas vertentes: a da prevenção e da correição.

Ainda em seu discurso, Carreiro falou da cobrança da população diante da atual crise econômica.

“Sabemos que é legítimo e saudável que a sociedade questione o uso dos recursos públicos. Isso é controle social. E esse comportamento se faz necessário para o fortalecimento da democracia. Exige que a própria administração se reinvente, seja mais transparente e busque alternativas e soluções para almejar o bem comum”, afirmou.

O presidente também destacou que pretende racionalizar métodos de trabalho e fortalecer o treinamento e capacitação de servidores.

“Planejo mudanças estruturantes, o fortalecimento de unidades técnicas voltadas à fiscalização e ao combate a desvios e irregularidades, com um projeto de retenção de talentos nas áreas finalísticas desse tribunal e o fortalecimento do treinamento e da capacitação dos servidores. Saliento que cada servidor será devidamente valorizado e estimulado à participação em sua área de conhecimento e atuação, seja ela de gestão ou de controle”, comentou.

De acordo com o advogado e professor de Direito Jorge Ulisses Jacoby Fernandes, o trabalho desenvolvido pelo TCU é responsável por coibir incontáveis irregularidades no âmbito da Administração Pública Federal e tem que continuar seguindo a excelência.

“Em momentos de crise como a atual, e tendo em vista a explosão de casos de corrupção, cresce ainda mais a pressão sobre os órgãos de controle. Carreiro, que saiu do sertão para a Capital e se tornou referência de ética e domínio do Direito, terá a árdua, porém gratificante, missão de presidir uma corte respeitada e com a nobre incumbência de zelar pelo erário”, opina Jacoby Fernandes.

O perfil do presidente e vice do TCU

Formado em Direito pelo Ceub, em Brasília, em 1981, Raimundo Carreiro foi servidor do Senado Federal até se aposentar como analista legislativo em 2007. Na época, ocupava o cargo de secretário-geral da Mesa, o que lhe rendeu a indicação para o TCU com apoio do então presidente do Senado, José Sarney. Entre 1990 e 1992, foi vereador e presidente da Câmara Legislativa do município de São Raimundo das Mangabeiras, no Maranhão.

José Múcio Monteiro é engenheiro civil formado em 1971 pela Escola Politécnica de Pernambuco. Foi vice-prefeito e prefeito de Rio Formoso/PE entre 1982 e 1983. Desde 1990, conseguiu ser eleito seguidas vezes deputado federal. Durante a presidência de Lula, Múcio foi líder do governo na Câmara e ministro das Relações Exteriores. Em 2009, abdicou do cargo de ministro e de deputado federal para assumir a cadeira no TCU.

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *