TCDF fará nova inspeção em pontes e viadutos

O Tribunal de Contas do Distrito Federal – TCDF autorizou ontem, 22, a realização de uma nova inspeção para avaliar o estado de conservação de pontes, viadutos e outras edificações no DF. A vistoria será feita pelo Núcleo de Fiscalização de Obras e abrangerá os mesmos pontos visitados na auditoria operacional realizada em 2011, quando a Corte identificou necessidade urgente de manutenção em vários pontos.

O Tribunal analisou uma representação do Ministério Público junto ao TCDF para que a vistoria fosse feita nas edificações que haviam sido classificadas, em 2011, como em péssimo estado ou com necessidade urgente de manutenção. No entanto, o Plenário decidiu que o rol deverá abranger todos os locais da inspeção anterior, devido ao fato de terem se passado sete anos desde a fiscalização em campo.

A reavaliação abrangerá 19 locais. São eles:

  1. Centro de Convenções

  2. Panteão da Pátria

  3. Teatro Nacional

  4. Museu da República

  5. Conjunto Aquático e Ginásio Cláudio Coutinho

  6. Rodoviária do Plano Piloto

  7. Ponte do Bragueto

  8. Ponte das Garças

  9. Ponte Honestino Guimarães

  10. passarela de pedestres da DF-002 entre a 15 e a 16 Norte

  11. viaduto do Eixo L entre as quadras 215/216 Norte

  12. viaduto do Eixo W entre as quadras 115/116 Norte

  13. viaduto da DF-002 sobre retorno da Galeria dos Estados

  14. viaduto da DF-002 sobre a via S2

  15. viaduto na DF-002 na saída do Buraco do Tatu

  16. viaduto do Eixo L entre as quadras 203/204 Sul

  17. viaduto do Eixo L entre as quadras 215/216 Sul

  18. viaduto sobre a N2 – ao lado do Conjunto Nacional

  19. estacionamento em frente ao Conjunto Nacional

Relatórios anteriores apontavam problemas

O corpo técnico do Tribunal fará um relatório fotográfico, detalhando o estado de conservação de cada um dos locais vistoriados. Serão avaliados itens como: existência de trincas, rachaduras, infiltrações, desgastes e outros problemas que possam oferecer riscos à segurança dos usuários, entre outros fatores.

Segundo o advogado Fernando Daniel, do escritório Jacoby Fernandes & Reolon Advogados Associados, em 2009, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Distrito Federal – Crea/DF, em parceria com diversas entidades, entregou ao GDF um documento batizado de Relatório Final de Trabalho de Patologias de Obras Públicas.

O trabalho tecia sérias considerações sobre a falta de reparos em viadutos da capital do país e criticava a passividade dos gestores. Para evitar catástrofes, como no caso do desabamento do viaduto em cima da Galeria dos Estados, o governo deve fiscalizar as empresas e profissionais responsáveis por construções e reformas de empreendimentos públicos e fazer vistoria permanente”, aponta Fernando Daniel.

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *