Dário Saadi, candidato a prefeito de Campinas, abre redes sociais para “ocupação”

No Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, que neste ano foi marcado por uma série de protestos em todo o país por conta da morte provocada pelo espancamento de um homem negro em uma loja do Carrefour em Porto Alegre (RS), a advogada e servidora pública Eliane Jocelaine fez uma ocupação nas redes sociais do candidato a prefeito de Campinas Dário Saadi.

Candidato mais votado ao cargo de prefeito de Campinas no 1º turno, Dário Saadi tem 58,6% de intenções de votos válidos neste segundo turno de acordo com pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas/VTV SBT, realizada entre 16 e 18 de novembro de 2020, com margem de erro de 3,5%, sob o registro número SP-00643/2020.

No Dia da Consciência Negra, Dário Saadi esteve reunido com diversas lideranças do movimento negro de Campinas e assinou o compromisso de implantar o Plano Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial o prefeito no próximo dia 29 de novembro.

“O Brasil tem uma dívida histórica com a população negra e nós precisamos de políticas públicas concretas para essa população. Não basta não ser racista, tem que ser antirracista. Essa luta é de toda a sociedade. No Dia da Consciência Negra, eu tenho um compromisso no combate ao racismo e à intolerância religiosa”, diz Dário Saadi.

Para fortalecer o compromisso assumido, Dário cedeu espaço em suas redes sociais para a amiga e colega de trabalho que o ajudou a elaborar o plano de propostas para a gestão de Campinas, Eliane Jocelaine.

Dário aproveitou ainda o espaço em suas redes sociais e o cedeu a Eliane Jocelaine, advogada e servidora pública. Amiga e colega de trabalho que ajudou Dário a elaborar o plano de propostas para a gestão de Campinas.

Eliane escreveu uma importante reflexão, confira o texto na íntegra:

É preciso promover o encontro do Brasil consigo mesmo!

Um Brasil que esconde suas origens sangrentas, de esbulho e pilhérias, e se assenta na tentativa do apagamento da história negra na contribuição de seu desenvolvimento, não encontra espaço para, democraticamente e solidamente, atingir o patamar necessário de justiça e equidade.

Um Brasil que se engana sobre o escravismo cruel, violento e nada romantizado, e que rechaça o sangue, suor, labor e conhecimento do povo negro, jamais alcançará sua grandeza!

Nas palavras de Thoreau “o erro mais amplo e frequente requer a virtude mais desinteressada para se sustentar”. O racismo, intemporal, marca nossas peles todos os dias, sustentado pela maldade ou pela indiferença de milhares, que a ele se opõem mas nada fazem e permanecem sentados, comodamente, sobre o pilar estruturante de seus privilégios.

É preciso promover o encontro do Brasil consigo mesmo! Descolonizar o pensamento e pensar a igualdade a partir do reconhecimento da diversidade. Só há mérito quando as oportunidades são iguais, caso contrário, há privilégio de uma raça sobre a outra, de uma classe sobre a outra.

Um Brasil que não inclui, amplia distâncias e falha em cuidar dos seus. Um Brasil que não se conhece, não se reconhece e não se aceita na diversidade de seu povo, não se valoriza e não tem identidade.

A valorização da história e cultura afrobrasileira é premissa para o combate ao racismo, assim como o combate ao racismo e sexismo, são essenciais para o desenvolvimento econômico e social do país.

Para que o mundo se transforme é preciso uma consciência coletiva de classe, de raça e de gênero, instituições fortes e gestores sérios, que se comprometam com as políticas públicas afirmativas!”

Sobre Dário Saadi

Dário Saadi é o candidato mais votado no primeiro turno das eleições 2020 para a prefeitura de Campinas. Médico, gestor e ficha limpa, Dário é formado pela PUC-Campinas, foi presidente do Hospital Mário Gatti, vereador por quatro mandatos, presidente da Câmara e secretário de Esportes do município nos últimos cinco anos.

Especializado em urologia e cirurgia, Dário comandou o Hospital Mário Gatti num período economicamente muito difícil, em 1992 e 1993, e mesmo assim implantou a residência médica, que forma mais de 100 profissionais por ano; a ala de cirurgia pediátrica e a ala de tratamento para pacientes com HIV.

Dário foi vereador por quatro mandatos, chegando a ser presidente da Câmara, e passou mais de 100 leis, entre elas o Índice de Qualidade da Saúde, que ajudou a baixar a mortalidade infantil e foi implementado em várias outras cidades do Brasil.

Como secretário de esportes entre 2015 a 2020, Dário Saadi multiplicou por cinco o número de eventos esportivos em Campinas, revitalizou oito mil metros quadrados de área para prática esportiva, criou a primeira Virada Esportiva, a primeira maratona de Campinas e levou para a cidade o GP de Ciclismo.

Além disso, Dário nunca abandonou a medicina. É médico do SUS, atende no consultório e também numa clínica. Como costuma dizer, está sempre de plantão.

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *