Moro afirma que o Brasil tem “indicativos de um quadro de corrupção sistêmico”

Durante evento na noite da última quarta-feira (9), o juiz federal Sérgio Moro, que está à frente da operação Lava Jato, afirmou  não ter qualquer motivação política ou ligação com partidos. Ele falou por mais de uma hora.

Em seu discurso, Moro falou da responsabilidade das empresas no combate à corrupção e disse que acredita que a crise econômica do país não é culpa da operação Lava Jato.

Eu fico consternado com esse boato econômico. Meu assunto é jurídico, mas fico consternado com esse quadro econômico de recessão e desemprego. Acredito que a culpa não é da Lava Jato. As motivações minhas nunca foram partidárias. Não tenho nenhuma, zero ligação com partido ou com pessoa ligada ao partido”, disse o juiz.

O juiz disse ler tanta “bobagem publicada”. “Outro dia vi publicado que meu pai era fundador do PSDB em Maringá. Meu pai é falecido, professor de geografia, a pessoa mais honesta que eu conheci na vida e nunca teve relação nenhuma com partido. Isso chateia”, confessou.

O magistrado destacou ainda aos empresários presentes que há “indicativos de um quadro de corrupção sistêmico” no Brasil.

E quais são as nossas alternativas? Varrer para debaixo do tapete ou enfrentar esse problema”, salientou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.