Gases do efeito estufa batem recorde em 2014

A quantidade de gases do efeito estufa presente na atmosfera chegou ao nível máximo em 2014. Por essa razão, alerta o relatório da Organização Mundial de Meteorologia (OMM), as alterações climáticas no planeta têm sido tão radicais.
“Todo ano, registramos novo recorde nas concentrações de gases de efeito estufa”, salientou o diretor da OMM, Michel Jarraud.
Em 2014, a concentração atmosférica de CO2 alcançou 397,7 partes por milhão (ppm).

“A cada ano, dizemos que não temos mais tempo, devemos agir agora para reduzir as emissões de gases e para que tenhamos uma oportunidade de manter em nível razoável o aumento da temperatura”, aponta Jarraud.

No hemisfério norte, as concentrações de CO2 ultrapassaram o valor simbólico de 400 ppm na primavera (hesmifério norte), época na qual o CO2 é mais abundante.
Entenda
Vale lembrar que o conceito de emissão refere-se à quantidade de gás que vai à atmosfera e por concentração a quantidade que fica na atmosfera depois das complexas interações que ocorrem entre a atmosfera, a biosfera, a criosfera e os oceanos.

Segundo a OMM, um quarto das emissões totais de CO2 é absorvida pelo oceano. A outra parte é pela biosfera, reduzindo, assim, a quantidade desse gás na atmosfera.

Homens são responsáveis

Ainda segundo o estudo, a queima de combustíveis fósseis, atividades comuns hoje, mudaram o equilíbrio natural e em 2014 a concentração média mundial de CO2 alcançou 143% da média na era pré-industrial.

Por fim, a pesquisa faz um alerta: “o mais provável é que a média mundial anual supere as 400 ppm em 2016″.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.