OAB protocola novo pedido de impeachment

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entregou, tarde desta segunda-feira (28), na Câmara dos Deputados, um novo pedido de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff.

A documentação ainda deverá ser apreciada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A nova denúncia por crime de responsabilidade tem por base, além das pedaladas fiscais que já constam no pedido de impeachment em tramitação no Legislativo, a tentativa de colocar o ex-presidente Lula como chefe da Casa Civil para blindá-lo com foro privilegiado em caso de prisão.

No dia 18 deste mês, o conselho federal da OAB decidiu dar apoio à saída da presidente por 26 votos a dois – os únicos contrários foram do membro honorário Marcelo Lavenère, representante de ex-presidentes, e da seccional do Pará.

O presidente da OAB garantiu aos jornalistas que a decisão foi democrática. “A OAB envolveu mais de 5.000 dirigentes da ordem e os 27 Estados. A decisão é absolutamente técnica”, afirmou o presidente Claudio Lamachia. “A questão política e partidária, as ideologias não nos pertencem.”

Na semana passada, vale ressaltar, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), adiantou que não despacharia de imediato o pedido da OAB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.