Pedro Siqueira conta experiência mística com São Miguel Arcanjo na gruta Gargano na Itália

O advogado católico conhecido por levar multidões a rezar o terço em diversas cidades do Brasil, Pedro Siqueira, contou para o público em Jacarezinho no Paraná no último domingo (29) experiências místicas com o Arcanjo São Miguel em duas de suas visitas ao monte Sant’Angelo, na região de Gargano, na Itália.

Primeiramente, Pedro Siqueira explicou por que o lugar ficou conhecido como Sant´Angelo: “No século V, havia um pastor rico que levava seu rebanho para pastar no alto do Monte Gargano, na Itália, província da Apúlia, quando uma de suas ovelhas se desgarrou e foi embora monte acima. Após diversas tentativas fracassadas, do pastor e seus empregados tentarem capturar a ovelha fugida, em um determinado momento, avistaram a criatura na boca de uma gruta bem acima do morro. O pastor, que já estava impaciente com o transtorno causado por aquele animal, pegou uma flecha, mirou e atirou, com intenção de matá-la. A flecha seguiu na direção do animal, mas, antes de atingir a ovelha, parou no ar, voltou e acertou… o pastor. As pessoas ficaram horrorizadas, pensaram em coisas demoníacas, desceram correndo acudindo o pastor ferido. Foram falar com o bispo da região, que ordenou três dias de jejum e orações e assim fizeram. No terceiro dia, apareceu no vilarejo São Miguel Arcanjo assumindo o ocorrido com a flecha e dizendo que gostaria de ser contemplado naquele lugar, junto com os anjos de todas as nove milícias celestes. O bispo convocou o povo da região para fazer essa honra ao Arcanjo Miguel. Quando a população subia por onde o pastor havia passado, na entrada da gruta, reaparece, São Miguel Arcanjo. E apontando com a espada para dentro da gruta, fez uma cruz na parede e consagrou com sua própria espada aquela gruta a Deus. É a única Igreja no mundo que não foi consagrada por um homem, mas por um anjo, o próprio Arcanjo São Miguel no monte Sant’Angelo.”, contou.

Pedro, que recebe os dons do Espírito Santo, narrou sua primeira visita à região em 1999. Quando estava prestes a entrar na gruta no monte Sant´Angelo, a professora de história da Igreja que o acompanhava explicou que, ao descer as escadarias, havia uma pedra, na qual estava talhada um TAU. O Tau é uma cruz representada pela letra grega “T” e um dos símbolos de São Francisco de Assim representando seus votos perante a Deus: Pobreza, Obediência e Castidade.

Segundo Pedro, em peregrinação à gruta de Sant’Ângelo, Francisco de Assis não se sentiu digno de entrar na Igreja consagrada por Miguel Arcanjo e ficou na porta, cansado, acabou dormindo na pedra em frente à entrada da gruta. Quando acordou, o Tau ficou impresso na pedra, com a testa e o nariz de São Francisco.

Vimeo:

Vimeo de Pedro Siqueira;

“Quando ouvi essa história sai correndo para colocar a mão nessa pedra, quando vi o Tau sentei e fiz uma oração, mas ao fundo vi a cruz , me ajoelhei e abri minhas mãos e falei: Olha estou em divida com você, muito obrigado por me proteger, gostaria de saber uma forma que pudesse te servir, fazer parte de tudo isso que você representa, estou muito feliz, nessa hora ele apareceu na minha frente com a espada. Ele pegou a espada de fogo e cravou na minha mão e depois na outra, eu tive uma dor insuportável e o meu corpo inteiro parecia que estava queimando, queria entender o que aquilo significava. Ele sorrindo se virou e saiu. Fiquei três dias com as mãos bastante doloridas”, disse Pedro.

Na volta desta viagem, a vida de Pedro mudou, os pequenos grupos de oração que Pedro conduzia se transformaram em centenas e depois milhares de pessoas rezando o terço. Pedro interpretou que a espada de São Miguel teve o significado de abençoar suas mãos para sua obra evangelizadora.

Uma nova experiência

Recentemente, Pedro Siqueira voltou a ter uma nova experiência mística na Gruta de São Miguel. Desta vez, o anjo cravou sua espada no coração. Pedro ainda não entendeu o significado da benção.

“Eu tive a graça de retornar ao Monte Gargano na Itália, desta vez descobri que os italianos tinham coberto o TAU de São Francisco. Mas quando fui na cruz agradecer a São Miguel mais uma vez, ele apareceu e dessa vez me cravou no coração a espada e uma dor enorme me acometeu. Não sei até agora o que significou, mas acredito que foi uma forma que ele quis de me abençoar com a espada. Quando você se abre a São Miguel Arcanjo, ele vem, te dá a benção e faz de você um dos dele, um protegido dele”, concluiu.

Vídeo no Youtube:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • 14/04/2018 a 13:30
    Permalink

    amo anjos,queria ver o meu anjo da guarda

    Responder
Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.