Diretoras da OMS e Opas visitam Brasil para avaliar cenário com epidemia de zika vírus

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margareth Chan, e a diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Carissa Etienne, irão acompanhar no Brasil os desdobramentos da epidemia do vírus zika. Elas chegarão nesta terça-feira (23) ao país.

Nesta segunda-feira (22), no Rio de Janeiro, o governador Luiz Fernando Pezão lança uma força-tarefa para combater focos do mosquito Aedes aegypti no estado. Aproximadamente 800 bombeiros foram convocados para a ação.

Segundo o Ministério da Saúde, a visita de Margareth Chan ocorre a convite do próprio governo brasileiro. A comitiva será informada acerca das medidas que o governo está tomando para conter o crescimento da doença, que até agora parece estar diretamente relacionada à microcefalia.

Na quarta-feira, as representantes da OMS e da Opas viajam para Recife, já que Pernambuco registra o maior número de casos de microcefalia possivelmente associada à infecção pelo zika. Já são 182 casos da malformação confirmados e 1.203 em averiguação.

O Ministério da Saúde analisa pelo menos 3.935 casos suspeitos de microcefalia possivelmente associada ao zika vírus.

Até o dia 13 de fevereiro, 508 casos foram confirmados e 837 descartados de um total de 5.280 registros de estados e municípios ao governo federal. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.